segunda-feira, setembro 24, 2007

Lonely Carousel

Uma junção perfeita:
Rodrigo Leão e Beth Gibbons
As imagens, são apenas... as preferidas de uma miudaaa sonhadora


It's a look
This game we play
We can't escape
We have to attend
It's life you see
When i have tried to amuse myself
To celebrate the fun fair
The pleasures i seek
Are far too discreet for me
And all the time
The world unwinds
I can't deny the way i feel
The truth is lost beyond this lonely carousel
And all these words
They mean nothing at all
Just a cruel remedy
A strange tragedy
Of what will be
After i tried
To discover the answers to why
To look for a meaning
Inside of this dreaming i had
And words that i've said
Are spinning 'round
Would sing alone inside my head
Nothing will change
It's always the same
Please make it stop
And all the time
The world unwinds
I can't deny the way i feel
The truth is lost beyond this lonely carousel
And all these words
They mean nothing at all
Just a cruel remedy
A strange tragedy
Of what will be
And all the time
The world unwinds
I can't deny the way i feel
The truth is lost beyond this carousel

4 comentários:

Carracinha linda! disse...

Miudaaa,

Cá vim então cuscar. Parece que somos as 2 muito românticas. Eu ADORO o filme. Mesmo!!! Não me canso de o ver. E mesmo já o tendo visto N vezes não deixo de rircom algumas das situações cómicas (tipo aquela do Hugh Grant a dançar pela casa) nem deixo de me comover com outras (por ex. esta cena ou aquela em que Emma Thompson pensa que vai receber um colar e no fim sai-lhe um CD). Acho que é um dos filmes da minha vida...lamechices, sei lá.

Beijinhos

Carracinha linda! disse...

Ah...esqueci-me de dizer que a música também é linda!

disse...

Pois ! É um dois em um. Uma cena romântica e uma música fastástica. Embora a cena romântica tenha um desfecho estranho : Ela fica impressionada com a orignal abordagem, primeiro deixa-o ir embora, depois corre e dá-lhe beijo (pequenito). Ele, meio surpreso, meio indiferente. Se não estou em erro, ele acaba a olhar ligeiramente para trás, com um encolher de ombros. E claro cada um vai à sua vida. Tenho que ver o filme ... a ver se percebo. Esta cena romântica falta-lhe ... algo.

disse...

Estive a ver de novo. O tipo a ser beijado pela mulher que supostamente ama, mantem os cartazes e o rádio na mão, olha para ela meio triste, e com a expressão de "olha o que me havia de acontecer !" E VAI EMBORA ! huumm ... Zé a coçar a cabeça.